sábado, 26 de janeiro de 2008

De autoria de Jad, extraído do Blog Between us, que foi do MSN...

De trás para frente...
Jady diz:
mulher postei a nossa conversa hoje no blog kkkk e me pediram o telefone dessa minha "terapeuta" pq acharam ela massa
Jady diz:
kkkkkkkkkkkkkkkkk

Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
ainda bem visse
Jady diz:
Terapia - me passa o endereço, msn, caixa postal, seja-lá-o-que-for dessa tua terapeuta pq achei ela MASSA, rs*
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
se não tava fodida manda o link para eu ver o q foi mermo que falei pq xico xavier encorporou
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
to esperando
Jady diz:
http://jady.blog.br
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
gostei do Dra T
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
no divã da morena aia ai
Jady diz:
kkkkkkkkkkkkk
Jady diz:
agora sincronizou
Jady diz:
eu usei "dra. t" pq nem sempre as pessoas gostam de ser expostas então, dificilmente eu uso o nome das criaturas... só quando peço permissão
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
mas num falei nada demais k
Jady diz:
e eu nem pedi kkkk
Jady diz:
pode postar
Jady diz:
talvez não tenha falado... mas a gente tem dificuldade de ver o que se passa quando tá no meio do redemoinho sempre é bom alguem que veja de flora e pinte o quadro pra gente

Jady diz:
kkkkkkkkkkkkk
Jady diz:
ótmo, pq agora eu vou me sentar lá na sala, pra fazer minhas unhas e assistir a novela
Jady diz:
Obrigada pela companhia o dia todo visse? kkkk
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
massa
Jady diz:
e pela terapia virtual
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
qdo precisa tamos aqui em offf
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
k
Thaisa:"Bom-dia sempre: se acaso a resposta vier fria ou tarde vier, contudo esperarei o bom-dia." (Drummond) diz:
beijos
Jady diz:
outro
Sábado - 09h35 - Terapia pelo MSN
(depois de uma consultoria administrativa)

Jady diz: mulher, eu tava falando agorinha com uma amiga minha que eu tou numa fase meio surtada...

Dra. Dra. T diz:: kkkkkkkkkkkkkkkkk

Jady diz: meio me questionando, questionando meus valores sabe?Jady diz: sabe aquele momento da vida em que você pára para pensar para onde está indo?

Dra. T diz: bem a minha eu vivo quase todos os dias mas tudo bem...kkk

Dra. T diz: kkkkkkkkkkkkkk

Dra. T diz: kkkkkkkkkkkkkkkkk

Dra. T diz: amiga isso é coisa de psicólogo

Dra. T diz: kkkkkkkkkk

Dra. T diz: e pq esse surto perturba?

Jady diz: eu já estava assim, meio querendo mudar-tudo-ao-mesmo-tempo-agora...

Dra. T diz: ah

Dra. T diz: am

Jady diz: Então eu achei um blog (espera que te passo o link) Uma moça, chamada Cristina, estava grávida de 7 meses quando o marido/namorado morreu. E todo mundo diz que o filho dela não vai sentir falta do pai, pq. não o conheceu, mas ela não quer que isso aconteça, então decidiu escrever o blog "para Francisco", que foi uma forma que ela encontrou de "mostrar ao filho", futuramente, como era o pai.Jady diz: o blog é linnnnnnnnnnnnndo

Jady diz: eu li tudo de uma vez só...Jady diz: Assim que eu li, mandei um e-mail para Nilo, com o link, dizendo "eu tenho um amor igual... e a melhor parte da história é saber disso enquanto ele está aqui e agora"

Jady diz: mas aí me coloquei no lugar dela... PUTZZZZZZZZZZZ

Jady diz: eita nêga pra ter força na peruca

Jady diz: não sei se eu agüentaria não visse? Apesar do quê, normalmente é nessas horas que a gente descobre ser muitos mais forte do que achamos que somos.

Dra. T diz: só em tu contar eu já to chorando....

Dra. T diz: aff

Dra. T diz: nam

Jady diz: e aí me perguntei "pra onde djiabos eu tou levando a minha vida?"

Dra. Dra. T diz:: ainda bem q tenho meu lado racional para me apegar

Dra. T diz: amJady diz: não acho que esteja fora do rumo, acho que tenho dado o suficiente, não só pra Nilo, mas pra quem "está por perto" ou quem eu quero por perto... ou quem “por perto faz difereça” ou, ainda, “quem quer estar por perto”

Jady diz: se não é o suficiente, é o que eu posso dar agora...

Jady diz: também acho que tenho recebido o suficiente

Dra. T diz: sei

Jady diz: sempre o suficiente

Jady diz:... mas é só isso o que eu quero: o suficiente, nem mais, nem menos.

Dra. T diz:: e o q perturba então?

Jady diz: O que perturba é, junto, sempre ter uma pergunta: o que é suficiente?

Dra. T diz:: Então

Dra. T diz: kkkkkkkkkkkk

Jady diz: quero pensar nãooooooooooooooo

Dra. T diz: Jady acho que uma coisa que você não percebeu, é que você mudou bastante

Jady diz: (quando puder vai lá http://parafrancisco.blogspot.com e lê tudo... é triste, mas é lindo de se ler... é incrível a forma como você a vê passando pela dor e se fortalecendo dela)

Dra. T diz: antes você fazia um papel mais cru. Hoje acho que você demonstra mais que se importa e está mais desapegada. É mais você.

Jady diz: mudei?

Dra. T diz:: claro

Jady diz: que estou mais desapegada, sem dúvida...

Dra. T diz:: quando eu te conheci, você era uma pessoa centrada em você e no que queria pra você e sua vida. Hoje você pensa de forma mais coletiva: “eu e Nilo”, por exemplo.

Dra. T diz: você deslocou o centro de gravidade que gerou mudanças que nem você se deu conta que aconteceram

Jady diz: pensar coletivamente pode ser uma grande roubada, mas me sinto pisando em terreno seguro. E isso também confunde... A queda, se houver, vai ser grande

Dra. T diz: Quando falo coletivo é sentir e acreditar q pode confiar nas pessoas e q pode delegar "tarefas" a ela q mesmo pisando na caquinha, vão tentar fazer o melhor de si

Dra. T diz:: Porque nem a gente mesmo quando planeja algo perfeito, sai perfeito

Dra. T diz: então hoje você consegue conviver mais com os outros na sua vida de verdade sabe?Jady diz: saquei...

Dra. T diz: a auto-suficiência protege do baque, mas das alegrais também. Não se vive.

Jady diz: Acho que vou começar a fazer terapia .... Aqui perto tem uma clínica... Vou "pular da cama pra lá" kkkkkkkkk

Dra. T diz: kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dra. T diz: Olha nem todo caso é caso pra terapia no mau sentido: se você for para tomar mais consciência dessas suas mudanças... massa e ficar em paz

Dra. Dra. T diz:: Porque vc mudou tão devagar e tão sem cortes profundos que você não acredita hoje que vc é vc

Jady diz: (é pra algo assim mesmo...)

Dra. T diz: é como de repente acordar de manhã e ver q vc se tornou outro, acho q vc ta um tanto assim

Jady diz: mulher... o papo tá bem produtivo (apesar da preguiça e do tédio), mas vou ter que sair agora pra ajudar minha mãe a comprar um maiô...

Dra. T diz:: massa

Jady diz: Mas devo passar o dia de frente ao micro, pq Nilo está jogando, então, até mais tarde

Dra. T diz: divirta-se

Jady diz: se der, a gente se fala... você também!!

Dra. T diz:: massa

Dra. T diz:: beijo

Jady diz: (é... tenho certeza de que estou um tanto assim kkkkk)

Dra. T diz: kkkkkkkkkkkkkkkkk

Dra. T diz: ainda bem

Dra. T diz: isso é bom

Dra. T diz: num é ruim não

E minha mãe não comprou o maiô, mas eu comprei dois shorts, uma saída de praia, tinta pra cabelo (eu disse que era como no AA) e três marshmallows gigantes. Um deles já se foi e, enquanto ele “ia” eu pensei e...

* Sim eu sou tão diferente do que eu era e, ao mesmo tempo, tão igual, que assusta. Como pode uma pessoa mudar tanto sem mudar nada?

* Sim, eu sempre me considerei uma pessoa bem desapegada. Se eu, hoje, sei ser mais desapegada ainda, isso não pode ser confundido com descaso?!

* Sim, sempre fui muito centrada, sempre soube exatamente o quê, como, quando e quem queria. E sempre fui atrás. Sabia tanto disso que, hoje, nessa vida de “coletividade”, quase não sei não saber o que quero pra mim. Eu estou apenas dando meus primeiros passos nesse novo mundo coletivamente azul.Mas hoje eu não quero pensar... Quero apenas passar o dia com novas cores no cabelo.Um ótimo sábado procês.

MAS NEM TODA MUDANÇA É ASSIM...INFELIZMENTE. ALGUMAS DEIXAM CICATRIZES PROFUNDAS E QUALIFICAM UM ESTADO BASTANTE DOLOROSO...Mas ainda bem que NEM É COM TODO MUNDO, UFA! Enquanto há vida, tb tem esperança...

Um comentário:

  1. E viva a vida blogueira ;-) Depois que tu pegar "a manha" e tiver mais tempo pra viajar por esse mundo, tu vai ver como é interessante... Sem contar que tu vai encontrar montes e montes de pratos cheios pra psicólogo kkkkk

    xêro

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...