segunda-feira, 21 de julho de 2008

As incertezas do futuro ou as lembranças tênues do passado?


Olhar para frente. Que coisa difícil porque a gente nunca sabe o que nos espera. Sortes, desventuras?Companhia, solidão? E viver do passado? Vixe...isso nem se fala. Aquelas lembranças que insistem em martelar... se sempre tivesse sido assim. Um peito para rescostar, um ombro para chorar, um carinho com a voz doce e macia, aquele cheiro de roupa limpa, mas já não é mais porque a presença de hoje que teima em aparecer é a lembrança de ontem. E não adianta esperar porque nunca mais vai ser o que era. Por isso que as coisas são grandes quando crianças e tão normais quando adultos...enfim..."Ninguém passa pelo rio do esquecimento duas vezes"(Eráclito de Efeso). Afinal não somos os mesmos, o rio não é o mesmo...pena, mas a vida é assim. E viva o presente: esmaecimentos e incertezas...

Um comentário:

  1. Mulher, é inevitável você passear pelo passado e pelo futuro mas, sempre que a minha mente está vagueando por essas paragens, eu forço ela a voltar para o presente, porque é AQUI E AGORA que a gente faz os bons ontens e os amanhãs melhores ainda ;-)

    e o e-mail de Gina é ginaquirino@gmail.com

    xêro

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...