sábado, 20 de setembro de 2008

Taca band aid aí...




* Falando em passear, sai de "bike" com meu irmão e passei pela antiga estação ferroviária. Esse é o caminho que faço todos os dias. Muito legal. Afinal, em Campina também há pontos a serem lembrados. Sendo que, no meio desse caminho fomos para uma trilha. Então decidi começar uma nova coleção: a de machucados. Levei duas quedas em menos 10 km porque havia uma pedra e ribanceirazinha no meio do caminho. Tudo bem, eu já tinha dessistido de ser modelo mesmo. Totalizando são dois joelhos ralados e com perebinha, mas um ralão no cotovelo. Enquanto não for uma coisa de corpo inteiro, então, está ótimo. Isso é uma prova da minha persistência diante dos obstáculos (tomara que eles ainda não sejam muitos ou então, que só rale quando cair e logicamente levante. Além de ser uma prova da minha falta de coordenação motora (culpa da minha mãe que nunca me deu uma bicicleta para curtir quando era criança)e outra prova da minha loucura mental e por bicicleta.

* Ah! Fui comprar band aid (acho que assim que se escreve)e tinha uns da Jonhson coloridos e tal era: band aid by Alexandre Herchcovitch, porque eu acho que toda perebinha merece uma corzinha para ser mais felis né? :) Mas sabe quanto uma caixa com 20 custava: R$ 6,87. Aff...Uma caixa do comum com 10 era R$ 1,80. Tudo bem. Entre a vaidade feliz e a luta contra o capitalismo que ataca meu bolso, vai o mais baratinho mesmo...os dodóis serão menos coloridos, mas vão ficar bem do mesmo jeito (tem uma foto dos band aids assassinos de bolso abaixo)

Pulando de assunto:

* Independente de partido, o meu lado político grita, então, que negócio é esse das coligações se chamarem Apaixonados por Campina e Por Amor à Campina. Isso é nome de coligação, nam...É para dizer o que? Que de fato são loucos por Campina e são capazes de fazer de tudo? Olha que apaixonados pomos fogo (nem sempre necessàrio) e amando algumas vezes somos cegos. Novamente o discurso do amor é usado para obscurecer nossos eleitores, como naquela expressão popular: Mulher, Futebol e Religião, cada um tem o seu e não se discute. Amor e paixão nesse patamar também não se discutiria? Ai, Ai. Nome de coligação deve ter um discurso político: Unidos contra a corrupção e assm vai. Tudo bem! Isso ainda pode ser resquícios da minha militância de esquerda e AINDA PODEMOS TACAR UM BAND AID AÍ.

* Em dias vou lançar um desafio. Um pouco diferente dos memes-sem-roupa ou quase sem...Aguardem. vamos ver quem topa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...