segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Onde está Wally?



Lembram desse desenho animando "Onde está Wally?" Pois é! Sou um pouco assim. Quando estou triste desapareço. Assim como quando estou irada, estudando, relaxando...E minhas coisas também tipo: MP3, pen drive, link para poder escrever no blog.

Gente quando eu penso que nem ligava muito para tecnologia. Hoje quando vejo as maravilhas fico encantada, mas não cega tá? A tecnologia abriu muitas portas, aproximou muitas pessoas, mas também deixou uma faixa imensa delas ainda mais à margem. Não só por questão de acesso, mas porque o "buraco é mais embaixo" e não se resolve dando apenas tecnologia.

Entretanto, preciso me render que não há nada melhor do que começar o dia desabafando e lendo no blog ou vendo fotos legais no orkut. Ligar o Mp3 voltando do trabalho para casa ou andando de bike. E a pen drive? Nossa seus documentos importante a disposição a qualquer hora, ai, ai. O paraíso. Só tem uma coisa que eu ainda não gosto dessa tecnologia: O GPS humano chamado Celular. Pense numa coleira. O povo já liga perguntando onde você está? Por que não atendeu? Enfim...Odeio essa novidade tecnológica que quase sempre se perde dentro de minhas superbolsas cada vez mais enormes pelo tempo que passo fora de casa.

Ah!Wally Thaisa também estava:

  1. Na mesa em horário de almoço ouvindo sua mãe perguntar se a amiga "deu" "e como foi" e "se foi bom". Nessa hora perguntei ao meu irmão sobre as eleições dos Estados Unidos, perguntando se Obama tinha ganho e qual a contação do dollar. Fomos pego de surpresa;
  2. Andando pela rua escutando música no MP3 e indo no ritmo da trilha sonora;
  3. Pensando nos primeiros presentes de Natal;
  4. Indo rever os amigos e dando uma força nos problemas cotidianos;
  5. Sendo feliz com ela mesma e seus "Bat-acessórios": pendrive, superbolsa, MP3, link para blog e me degladiando com o "Coringa" do celular;
  6. Ah! Quase ia esquecendo. Wally Thaisa quando tem tempo também faz aconselhamento com sua mãe "Lorelay Winehouse" (combinação explosiva) durante o café da manhã, o que dura cerca de uma ou duas horas no mínimo sobre namorados, família, filhos...todos da vida dela, né? Fazer o que?

Um comentário:

  1. Mulher, libera esse feed pelo amor de Deus kkkk Eu costumo usar o Google Reader para dar uma lida nos blogs em horário de expediente, asism não fica tão na cara os sites estupidamente coloridos. Mas com feed pela metade ninguem merece né?

    xêro

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...