domingo, 28 de dezembro de 2008

Retrô de Thaisa





Acho que já está na hora né? Acredito que nada de tremendamente extraordinário acontecerá daqui para o final do ano mesmo, sendo assim, lá vai minha retrospectiva 2008...

Se a Globo faz também faço (RSS!). Começando de trás para frente o meu balanço do ano e de forma rápida e rasteira. Sem esquecer que, muitas vezes, para ver melhor o que está do outro lado da margem é preciso um mar de distância e que acabei dando uma coladinha no meu diário virtual.

DEZEMBRO

1. Superar o fato de não ter alcançado um meta acadêmica projetada numa boa;

2. Perceber que estou aprendendo a socializar-me;

3. Aprender a gostar mais de mim e da vida que tenho com seus obstáculos.

LEMA: “Ando devagar porque já tive pressa. E levo esse sorriso porque já chorei demais”

NOVEMBRO

1. Ensaio de estudar sem surtar e sem isolar-me do mundo;

2. Desmascaramento de Narcisos ou fim de amores platônicos. É preciso riscá-los da minha vida. “E o que está feito, está feito e que assim seja”;

3. Desconstruir um pouco da imagem irreal sobre meu irmão perfeito. Ele é humano uai!

4. Aprender a começar e a fechar ciclos. A viver lutos.

LEMA: “Levanta e sacode a poeira e dá a volta por cima”

OUTUBRO

1. Entre angústias e felicidades, aprendendo a ter autonomia de verdade;

LEMA: “Eu vejo a vida melhor no futuro. Vejo a vida por cima do muro de hipocrisia que insiste em nos rodear...Hoje o tempo voa amor. Escorre pelas mãos, mesmo sem se sentir que não há tempo que volte amor. Vamos viver tudo que há para viver...”

SETEMBRO

1. Realizando sonhos. Parceria com minha bike. Momentos de reflexão, diversão e superação;

LEMA: “Eu ando pelo mundo prestando atenção em cores que não sei o nome. Cores de Almodóvar. Cores de Frida Kahlo. Cores...”

AGOSTO

1. Expectativa para fim do inverno e do que parecia cinza...Porque tudo douradinho fica mais gostoso.

LEMA: “Lá vem o sol...”

JULHO

1. Momentos de incertezas, angustias e conflitos. O que quero? Quem sou?

LEMA: “Eu não quero mais mentir. Usar espinhos que só causal dor.Eu não enxergo mais o inferno que me atraiu. Dos cegos do castelo me despeço e vou. A pé até encontrar. Um caminho, o lugar. Pro que eu sou...

JUNHO

1.Consolidar descobertas interna e amadurecimentos. Eu não quero ser o Golon do filme "Senhor dos Anéis": my precious.

LEMA:

“Sabe de uma coisa Seu
Vou lhe jogar no meu baú
Vivo e mágico
Com as coisas boas que tem lá

Os meus desenhos herméticos
As palavras de Da Lai Lama
Quem sabe você adora
Quem sabe se transformará...”

MAIO

1.Alguns lembram. Outros esquecem. Aniversário surpresa. Tentativa de ser um lobo da estepe, mas a chuva me esperava.

LEMA: "Um por todos e todos por um..."

ABRIL

1. Em busca de ser amada fora de mim...

LEMA: “Só me dói morrer, se não for de amor” (G. Marquez)

MARÇO

1. Defesa de dissertação e uma tonelada a menos nas costas. Vitória! Sensação de liberdade.

LEMA: "Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós..."

FEVEREIRO

2. Carnaval porcaria. Grande amizade em cheque, mas devidamente contornada.

LEMA:

“Eu gosto dos que têm fome
Dos que morrem de vontade
Dos que secam de desejo
Dos que ardem"

JANEIRO

1. Tentando sair da deprê, indo para angústia para encontrar a felicidade.

LEMA:

“Novo dia
Sigo pensando em você
Fico
tão leve que não levo padecer
Trabalho em samba e não posso reclamar
Vivo cantando só para te tocar
Todo dia
Vivo pensando em casar
Juntar
as rimas como um pobre popular
Subir na vida com você em meu altar
Sigo tocando só para te cantar
É o bonde do dom que me leva
Os anjos que me carregam
Os automóveis que me cercam
Os santos que me projetam
Nas asas do bem desse mundo
Carregam um quintal lá no fundo
A água do mar me bebe
A sede de ti prossegue
A sede de ti...”



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...