segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Mulheres carentes e desesperadas



Sabe como é...dia de domingo se junta um monte de mulher para falar das coisas que não dão certo. Local: shopping, né? E na pauta sempre sai homens e dinheiro, sendo assim lá vai as pérolas:
  1. Partindo do princípio feminino de que todo homem é cafajeste. Fixemos uma tipologia de quatro tipos: os assumidos, os românticos, os embutidos e os circunstâncias. Os assumidos são aqueles que afirmam para as mulheres que são cafajestes e riem da sua cara quando dá choque de horário entre uma menina e outra; os românticos são aqueles que encantam, mandam mensagem, enchem de flores e sem mais nem menos (ou seja outra na parada) vão embora, esse foi avaliado como sendo o mais perigoso porque pode passar por bom moço; os embutidos são aqueles que são cafajestes, mas não admitem sê-lo, sentem-se ultrajados por tal difamação, o famoso come quieto e "isso não tem haver comigo"; e por fim, os circunstâncias que quando namorando são quietos, mas quando solteiros caem na bagança. Enfim, esse seria o mais recomendado.
  2. Porém, partindo do princípio de que para cada coisa há momento. Nada melhor do que para um homem cafajeste do que uma mulher esperta. Por isso que, mesmo não sendo assidua da novela "Caminhando nas Índias", adoro quando a personagem da Vera Fisher, Kyara, coloca rédias em Murilo e nem se estressa. Precisamos aprender em meninas! Sejamos espertas. Homens não gostam de meninas bobas e românticas;
  3. Ah! no meio da noite fomos nos divertir comendo, claro. E veio aquela sessão do Mac Donald's do Amo tudo isso e veio novidades:"Amo muito andar de bicicleta, comida crocante, começar o dia com o pé direito"
    "Amo muito dia de pagamento"


  4. "Amo muito coisinhas para dar sorte, viajar com os amigos e estrelas cadentes"

  5. "Amo muito aprender novas línguas, andar de montanha russa e quando tudo dá certo"
  6. Voltamos para casa e começamos a falar sobre maquiagem, sim, porque na carência e no desespero mulheres falam mal dos homens, comem e compram produtos de beleza e derivados. Daí lembrei do episódio em que minha mãe passou brilho labial na sobrancelha pensando que era rímel incolor...
  7. Enfim, espero que essa seja uma semana melhor, já estamos recebendo sinais...O problema de uma era o problema de quase todas: l'amour de verdade, tá? E não é para casar e ter filhos, mas rir e se divertir. Está escasso hem?
E que a semana seja Mara! Pensamentos positivos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...