sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Sendo sincera comigo



  1. Eu não consigo ficar perto por muito tempo de ninguém. Mesmo quando saio com os amigos eu sinto a necessidade de voltar para casa e ficar só. Acho que um intensivão de gente convivendo, como num BBB por uma semana, é o auge para mim. Sou muito de relevar coisas que na minha percepção parecem "tronchas", mas chega um dia que enche o saco e destesto ser indelicada com alguém. Tipo destesto DR (discussão de relação) por merda;

  2. Mesmo com o povo da minha casa, quando encho o saco deles, me refugio na casa de uma amiga, por no máximo um ou dois dias. Ou então, vou dormir;

  3. Não quero ser expectativa para ninguém. Ando sem tesão com a vida. "Susan procura", no meu caso, tesão por algo, portanto, não me exijam nada. Não me coloquem no canto da parede. Não peçam decisões. Tracem seus caminhos e se algo for me magoar, nesse momento, está valendo "o que os olhos não veêm o coração não sente" e ponto.

  4. AGORA PRECISO ARRUMAR O MEU/NOSSO QUARTO, MEU E DO MEU IRMÃO, QUE JÁ ME INTIMOU DIANTE DO CAOS...OK!

Um comentário:

  1. 1. Eu tenho fases... Em algumas gosto de estar no meio de pessoas, em outras, gosto da minha solidão. E aprendi que esse "gostar da solidão", não é solitário, porque só acontece quando a gente se gosta. Quando a gente se gosta, a gente nunca está só ;-)

    3. O pior não é ser expectativa para "alguém", mas para você mesma.

    5. Pode trazer o micro ;-)

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...