domingo, 28 de junho de 2009

Eu desejo...


Um cantinho para aportar dentro de mim.
E outro para descansar fora de mim...
Junto a isso, uma gotinha de suspense, mas não de mistério que dá mais medo, para o final do episódioser mais intenso e feliz, porque sempre deve haver mais um capítulo.
E nunca ter que explicar e nem justificar porque quem explica quase sempre complica e justifica quando sente culpa ou argumenta para uma licença.
Eu desejo sempre poder quebrar regras para não deixar de saber o que sou. Ao menos as pequenas, como "Não entre com alimentos e comida no auditório" e com um saquinho de pipoca dentro da bolsa fazer o que "não pode".
Eu desejo só isso e tudo isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...