sábado, 8 de agosto de 2009

Entre tapas e malas


Pois é, estava lá eu arrumando uma mala de emergência para viajar rumo a cidade grande em busca de vida melhor...Eita! Me lembrei daquelas música de imigrante que sai do Nordeste para o "Sul" (São Paulo ou Rio de Janeiro geralmente) para tentar a vida. Alguma música como a do Zé Ramalho...

Bem, mas voltando, era arrumando uma mala express de tamanho médio, aquelas de carrinho, das quais tenho trauma porque ao caminhar ela é instável, a alça de puxá-las é curta, enfim, quase um trambolho e uma mochila média, quando parei para ver a surra de Melissa em Ivone.

Gente estava mais do que na hora. Primeiro aquele tapa certeiro na cara e depois uma bela surra...Acho que o Brasil parou para ver a cena, como na época da novela VALE TUDO e o suspense da morte de Odete Roitman. Bem, mas o melhor do fato em questão foi que quem deu a surra na vilã não foi a mocinha e sim um personagem, que apesar de ter caído nas graças do público pela sua excentricidade, na verdade é uma anti-heroína, mais real né gente? Bem, surra bem dada como essa só a da novela "Celebridade" quando Malu Mader pegou Claudia Abreu no banheiro e tascou um cacete. É preciso deixar claro tá que sou a favor de paz e amor, mas se for preciso ir para guerra, caiu de pau mesmo.

Só para terminar é verdade a minha teoria de que rico não carrega mala, mas necesssáre, porque não precisa, afinal pode comprar o que quiser onde estiver? Sim, porque eu nem tenho muita coisa, mas juro que ainda falta umas duas malas grandes de itens e quimquilharias básicas para serem transportadas. O resto vai ficar na casa de mami Amy. E olha que eu sou da teoria que a gente não precisa de muito para viver...Ai ai ai

Um comentário:

  1. Foi como eu disse lá no Twitter!!! Primeira vez que dei valor a dasvairada da Melissa Cadore kkkk E o melhor foi ver a cara do marido olhando as jóias nela kkkkk ÓTIMA.

    E, sim, foi o que eu pensei quando me mudei pra cá... Acredita que até hoje, mais de um ano depois, ainda tem coisa na casa de mainha? E tu vê que aqui tem quinquilharia que só a peste né?

    Beijo grande

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...