quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Maldita conselheira

Igual ao Linu, meu objeto transicional

Quem é a maldita conselheira? A insônia. Hoje bateu mais forte aquele sentido de desenraizamento. E daí:



  1. Enchi o saco de usar calça jeans. Cara a piriquita esquenta para caralho. Que oposição hem? Além das brotuejas começarem a se manifestar na minha pele. Embora num país tropical ainda insistam em colocá-la no rank da vestimenta de melhor perfil profissional e de estética. Vou começar a repaginar minhas sais "meio-cano", nem longa e nem curta, bem como os vestidos;


  2. Apesar da hospitalidade, como é difícil se adaptar a dinâmica cotidiana dos outros.Do tipo: Suco com muito açúcar, principalmente o de laranja que prefiro sem açúcar; Nescafé para mim é um atentado a saúde pública e à noite basta um lanchinho leve sem tantos carboidratos. Como faz falta a coiminha da mamãe. Isso é frescura mesmo tá? Hoje estou dengosa;


  3. Saudade dos poucos amigos...


  4. Saudades de tomar banho berrando no banheiro músicas das quais só sei o refrão. Assim, na casa dos outros tem todo um policiamente para não ser um hóspede temporário "entrão";


  5. A lembrança do quanto a minha memória é olfativa. Nesse período de mudança o que me consola é o cheirinho do lençol que trouxe da minha casa, ou seja, o cheirinho da minha mãe, da minha família, da minha cama e o do mar;


  6. Por fim, a companhia dos livros não me fizeram dormir e me fez pensar no meu minuto de sabedoria da semana: exigência. Na faculdade minha professora de Psicanálise me disse uma coisa que veementemente discordei internamente: "Você tem um nível de exigência muito alto consigo mesmo e será a partir desse mesmo critério que você também perscrutará os outros ao se redor..." Hoje consigo entender porque me chateio mais com bobagens do tipo: por que o serviço público não funciona? Por que as pessoas tem preguiça para apreender?" E aprendendo a relativizar os tantos momentos da natureza humana penso: "Por que sempre poderá existir coisas melhores para se fazer...". No meu caso tentarei agora dormir descansadamente. Boa noite à todos! Ah! E quem sabe uma praiazinha esse fim-de-semana. Que tal? O mar é um ótimo conselheiro.

2 comentários:

  1. 1. Então acho que você comprou o jeans errado, porque eu nao tenho nenhum que esquente como vc disse kkkkk Só quando estou menstruada, por causa do Always e aí sim as brotoeijas dão sinal de vida...

    2. Tudo doce demais, pra mim, é de matar.

    Moça... Tomamos seu vinho e guardamos a garrafa pra sua mãe. Mas anotamos o nome para repôr e só abrirmos quando vonha senhoria der o ar da graça ;-)

    xero

    ResponderExcluir
  2. Entendo perfeitamente tudo que falou.
    Por mais que nos sintamos acolhidos, nunca é como estarmos no nosso canto!!
    Mas vc supera! Beijocas

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...