sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Doces ou Travessuras


Não é haloween, não sei nem se já passou, mas não poderia deixar de registrar alguns eventos que sairam ontem na confraria de mulheres e bruxas aqui em casa. Quando era criança:
  1. Enfiei o grampo na tomada e levei um chocão;
  2. Escorreguei do balanço e fui parar num motinho de terra do parquinho;
  3. Levei um supapo da rede e fiquei quietinha enrolada na rede enquanto mami achava que eu tinha morrido;
  4. Na gincana da escola tinha uma prova que pedia o histórico escolar de um pai ou mãe que tivesse estudado na mesma escola e mami foi deixar o dela. E sabe o que fiz? Tirei o coro dela na frente de todo mundo porque ela tinha nota vermelha em matemática. Como eu já era "pela saquinho hem?";
  5. Coloquei um vidro de óleo Johnson na cabeça e uma caixa de maquiagem na cara quando minha mãe saiu;
  6. Me perdi no centro do Rio de Janeiro. Quando mainha se deu conta que eu não estava literalmente pendurada nos cóis dela foi reconstituir os passos e lá estava eu no meio de uma rodinha e o povo me perguntando quem eu era, onde morava...mami me tirou da rodinha aos supapos. Dessa vez a culpa não foi minha. Esqueceram de mim!;
  7. Dedurava/inventava coisas da minha mãe para o meu pai em troca de chocolate. Mercenaria hem?;
  8. Quase fui atropelada ao atravessar a rua correndo por causa de uma garrafa de coca-cola...
Acho que por enquanto é só. Nem são lá travessuras assim, enormes, mas foi engraçado lembrá-las...

QUERO MANDAR UM SALVE PARA:

Jad: que disse em seu blog que nossa amizade vigou com o tempo. Salve!

Larissa Lino: Porque disse que tinhas as palavras certas na hora certa. Salve!

Um comentário:

  1. E eu, que pensava que tinha sido traquinas! kkkkkk Você me superou e muuuuito! Morri de rir com suas traquinagens.

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...