domingo, 4 de outubro de 2009

Seguindo novas definições de palavras antigas


Inspirado nessa postagem da vida sem manual lá vai minha listinha...

Saudade: plagiando a poetisa portuguesa Florbela Espanca...: "uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê! Ou então como em Legião Urbana... [Um] "vício de insistir nessa saudade que eu sinto de tudo que eu ainda não vi..." Em síntese: saudade sei lá de quê e de tudo que eu ainda não vi...

Ansiedade: angustia pelo inesperado, expectativa do por vir;

Tristeza: vontade que o mundo imploda junto comigo porque as coisas nos sonhos e nas comédias Holiwoodianas;

Mentira: uma quase verdade;

Felicidade: estar de bem consigo e com o mundo;

Amor: plagiando agora frejat "Amor meu grande amor...Me chegue assim bem de repente sem nome ou sobrenome sem sentir o que não sente...(...) Só dure o tempo que mereça. E quando me quiser que seja de qualquer maneira...Enquanto me tiver que eu seja oúltimo e o primeiro. E quando eu te encontrar meu grande amor me reconheça..."

Orgulho: de sempre ter coragem para recomeçar; de não se colocar na posição apenas de vítima "porque não importa o que fizeram de ti, mas o que você faz do que fizeram de ti" (Sartre)

Luxuria: Delícia!

Preguiça: vontade boa de nada...

Paixão: um grande, imenso e intenso, exagero.

Vaidade: numa pitadinha? Necessária para estar de bem consigo mesma..."mesmo diante de nada se sentir plena de tudo", como em Clarice Lispector


Inveja: Braços esterilizados, o medo de enfretar os mares, os desertos e os soldados, medo de matar e de viver. Uma flor medrosa e amarelada. Inspirada no poema de Congresso Internacional do Medo de Drummmond.

Ciúme: consequência do exagero.

Inconveniência: o melhor de quebrar as regras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...