terça-feira, 6 de outubro de 2009

Ui que fora! O Super Sincero


Quem nunca levou um fora "atire a primeira pedra"... Mas eu já tinha ouvido falar dos foras clássicos, tipo:


  1. Os que juram amor eterno à noite e no outro dia não liga;

  2. Aqueles que dão o número do telefone e quando você liga eles não atendem. Ou seja, desligam na sua cara, o telefone sempre na caixa postal, ou chama e ninguém atende;

  3. Aqueles que mandam mensagem e scraps pelo orkut e simplesmente desaparecem, como poeira no ar;

  4. Os que no outro dia fingem que nada aconteceu quando ver a outra pessoa;

  5. Aqueles que falam: "você é a pessoa certa no momento errado" [classíssima], ou então, "eu não estou preparado para envolvimentos..."

  6. Os que somente ligam quando não tem ninguém no caderninho para acionar e dizem: "lembrei de você e...blá-blá..."

  7. Os que dizem entre linhas "só canalha sim, não espere nada de mim, portanto, e você sabe disso e gosta né mina?"

Pessoal me ajudem, falta mais algum?


Agora eu vou apresentar uma nova modalidade de fora para vocês: o burocrático. Como ele acontece?


Bem, algumas postagens venho citado um candidato a Clark Kent, a "bom moço", que vinha deixado currículo insistentemente. Descobri até que ele era um pouco parecido com Adam Sandler... Estava um pouco descrente porque meus pezinhos estão quase sempre para trás e estava fazendo a linha simpática até que ele pisasse feio na jaca para dizer "e fora!", mas ele fez uma coisa que fiquei de queixo caído. Me ligou dizendo que apesar da falta de tempo, que até mesmo para ligar-me estava difícil, queria encontrar-me depois do "expediente" de estudos. Eu: "- Tá. - estava em casa mesmo vendo as reprises do TNT. Embora tenha tido o convite de uma recém colega "femme fatale" para irmos para uma prévia do carnaval fora de época. A dica dela: "Compre a camisa enrole na mão, ENTÃO vá de calça, ou de shortinho apertado com um PLATAFORMA. Lá dá muito gringo". Foi então que perguntei como era o evento e ela disse que era o trio parado e todo mundo correndo atrás do trio. E eu me imaginei correndo atrás do trio de plataforma. Ri na hora que ela me disse porque na época que brincava carnaval eu ia de tênnis. Foi quando ela disse: "-Tênnis não! Plataforma é mais classudo, arrumado..". Me desculpe, valeu a intenção, mas liguei para o irmão siamês que bolou de rir quando contei o fato e ficou provavelmente me imaginando nessa cena um tanto ridícula para uma pessoa um tanto cizuda feito eu...


Ok, mas voltando ao fora...Na hora marcada o carinha ligou, dizendo que não poderia me ver porque estava doente [conta outra vai?] e eu fazendo a linha mulher burra e compreensível. E daí ele começa a puxar um papo do tipo "o gato subiu no telhado"...Em resumo, o que ele me disse textualmente:


"- Assim, nós começamos um processo e de repente ele foi interrompido porque tenho prioridades profissionais. Mas me assusta a ideia de estar com uma pessoa muito parecida comigo; que coloca a carreira em primeiro lugar, que é uma mulher muito inteligente Isso me assusta...É muito difícil para mim".


Na hora pensei:


"Como? Eu tenho que pedir licença para existir é? Eu nem citei metade das "milhões" de estantes de livros que tenho na cabeça. Falei somente sobre filmes comédia romântica, pânico na TV...Nada de assuntos como aborto, genocídio, Freud, Marx, anarquismo, capitalismo, crise econômica global... Minha versão Paty não colou? Como assim Bial? Imaginem se eu tivesse ficado arriada com tanta gentileza? Eu tinha me FUDIDO".


Resposta a ele:


- Ui que fora! Ok! Eu entendo e respeito você - afinal eu exercito a maduridade e não poderia deixar, claro, que pelo menos uma vez um homem que tenha sido sincero se perdesse na vida por conta de um xilique (sincero até demais, era melhor que ele tivesse sumido afinal não havia começado nada entre a gente mesmo...)

- Não, por favor, não entenda como um fora - Adam.


- Não tudo bem sério. Fica bem e boa sorte tá.


Caramba quando desliguei o telefone pensei: Ops! Como assim eu sou boa demais e não sirvo para ninguém é isso? Que consolo...daí não pude deixar de lembrar de dois homens que me disseram isso entre linhas, tipo com cuspe para não doer tanto ou então de outro modo e fiquei ainda mais assustada porque com Adam eu não estava envolvida e não era muito eu. estava ensaiando uma nova versão. Mais clin, mais Paty, menos filosófica...E não colou...Conselho da femme fatale:


- Eu sempre digo: homem não gosta de mulher inteligente. Por isso eu faço isso: finjo que sou burra e depois domino o cara.


Mas e agora? Eu sempre preguei que as pessoas deveriam saber exatamente o que estariam levando para "casa". Sem tantos truques, para depois não começarei as cobraças do tipo, "mas você não era assim e tal"...


Ok! Para encerrar da próxima vez que um cara me mandar "currículo" peço para caso desista da candidatura ao cargo de "bom moço" me mande um memorando, um ofício, caso necessite, dando o fora tá?


No outro dia fui ao shopping procurar elementos para minha nova identidade e para variar não encontrei. Tudo era muito Lolita equilibrada?


Gente como é ser Sex? Jad diz que não é o que você veste, mas como você se sente e haja exercício de casa para mim hem?


Um comentário:

  1. Mulher... Me perdoe o preconceito kkkkkkk mas acho que essa femme fatale não é lá boa companhia. Como assim shortinho e plataforma para correr atrás de um trio (parado) num lugar cheio de gringo? A primeira coisa que me passou pela cabeça (sorry) foi "ela cobra quanto?".

    Iemanjá te proteja desses seres ;-)

    É... Como eu disse amiga era pra curtir, nao pra casar... Que venha o próximo da fila ;-)

    Beijo

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...