sábado, 3 de outubro de 2009

Vai e volta: terminos e recomeços


Sex Girl:

dicas de músicas?

Identidade Bourn diz:

Isso pq meu HD emocional só toca aquele rocks antigos...aff!Ótimo, mas as vezes puxa para baixo né

Sex Girl:

kkkkkkkkkkk

Identidade Bourn diz:

e lembra o ex e na construção da minha identidade Bourn estão as músicas, mais Ivete, “pode entrar”...mas falta novidade

Sex Girl:

eu sou super suspeita pq nao acredito em relacionamentos que vão muito e vem muito acho que muito se perde no meio do caminho

Identidade Bourn diz:

eu que sou estou ainda em reabilitação que o diga: com certeza.

Eu descobri que na verdade me prendia a imagem de ex quando o conheci e me apaixonei. Era aquele homem q não queria desgarrar...

Sex Girl:

e pra ser bem sincera com vc, acho uma relaçao bem sem futuro, tanto pra ele, quanto pra ela

Identidade Bourn diz:

entendo abandonar os sonhos do início não é fácil, eu que o diga...

Sex Girl:

Nada... Vontade de fugir pra longe de tudo/todos

Identidade Bourn diz:

entendo eu fiz isso, mas a gente não foge da gente ta? Aí é q a gente entra em contato com a gente mesmo. É trash!

Sex Girl:

Mas é DISSO que estou precisando. Estou precisando ficar sozinha comigo mesma. Estou precisando de mim. Me ouvir, me sentir. Ouvir o que eu quero e o que eu não quero.

Identidade Bourn diz:

Em parte é bom

Sex Girl:

Só é ruim quando descamba pra depressão e, posso estar errada, mas acho que tou longe disso ainda kkkk

Identidade Bourn diz:

Kkkk, com certeza vc é muito alto astral. Na verdade no meu caso é porque era surda...ou não queria me ouvir, precisava do ruído para não me ouvir. Tinha medo...


E ao final dessa conversa lembrei mais uma vez no "ex". Quando descobri que ele contribuíz todos os meses para um hospital de câncer infantil,. Descobri por acaso e o que ele disse:

"- Não é preciso sair divulgando o que a gente faz que acha que é certo.. Crianças não tem culpa desse mundo ridiculo e com câncer então..."

E nesse dia eu me apaixonei mais uma vez pela imagem idealizada desse eu...

Não será uma barreira geográfica que irá findar o que deve ser findado, mas uma barreira interna.

Um comentário:

  1. * ADOREI o condinome...

    * Isso é bem "ele"...

    * Amores inexplicáveis existem ;-) E quando chega a hora certa a gente sabe o que fazer (ou não), com eles.

    Beijo

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...