segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O fim do meu blog







Estou comunicando aos meus parcos usuários que o blog “Xodó Na Cidade” sairá do ar. Se em definitivo ainda não sei posto que é com muito pesar que tomo essa decisão. Os motivos não vêm ao caso aqui...Mas...






  1. Por que comecei com o blog?
    Era mais o menos o período do mestrado. Um período muito difícil para mim. E foi no blog que redescobri o gosto de escrever e principalmente de expressar minhas idéias numa sociedade na qual me inconforma as amarras da hipocrisia e da não expressão dos sentimentos



  2. E o que o blog significa para mim?
    Ele era a minha “Companhia das Letras”. Minha editora particular na qual concretizava meu grande sonho que é ser uma escritora. Mas não uma escritora de livros sobre teorias, e sim de contos, poemas e crônicas...



  3. E afinal do que trata esse blog?
    De tudo e mais um pouquinho. Tem coisas sobre minha rotina que às vezes parece tragicômica. Tem coisa dos outros, na qual percebo que dariam uma bela hsitória. E aviso ao povohem? RSS... Enfim é realidade e fantasia ao mesmo. Portanto, um pouco de mim e dos outros que se misturam, mas não é nem tanto autobiográfico.



  4. Então, sendo eu uma pessoa reservada, por que tornar minha vida pública?
    Definitivamente não é porque gosto realitys show e assim aparecer. Definitivamente não é porque gosto de expor pessoas. Uso codinomes para tentar salvaguardar as identidades, mas não nem sempre tenho como evitar que as pessoas se identifiquem com situações que nem tem haver com elas. Situações que quando compartilhadas, tantas vezes me fez sentir-me menos sozinhas no mundo, menos absurda. Na verdade meu blog é uma forma de ser menos introvertida. Um problema sério para mim quando se trata de sentimentos. Não quero ser uma paranóica que acha que os outros só querem obter informações para me “prejudicar”. É uma forma dos que me amam e estão distante pode saber sobre mim, como estou, o que está acontecendo, dar um conselho, me fazer rir ou então dizer, “sai dessa menina você está marcando toca”... Foi por isso que nunca divulguei maciçamente meu blog porque não se tratava de publicidade.



  5. E agora? Com quem compartilharei que realizei meu sonho de consumo de comprar em promoção os band-aids do Alexandre Hercovicth, mas que para minha decepção vieram todos do mesmo modelo: grafismo? Com quem compartilharei que para desestressar para mais um vestibularzinho tive que assistir como única altrnativa de filme foi jogos mortais VI? Pelo menos saí viva do cinema? Com quem compartilharei que fui abordada por um bando de ciganas malucas no fim-de-semana profetizando sobre meu futuro que de fato temrinou numa bosta? Enfim...

    Enfim, hoje não deletarei toda a página com o seu conteúdo. Talvez faça isso aos poucos para ser menos doloroso porque o blog me ajudou muito e faz parte de mim, de meu sonho em ser escritora. Mas vão sumir uma postagem aqui, outra ali...Quem sabe? Foi bom enquanto durou, mas talvez eu precise “crescer”, mas algo afirmo: nada me transformará numa adulta rancorosa e triste ...Abandonei os contos de vida, o sonho de ser a princesa encantada, para ser a vilã, anti-heroína, mas vítima nunca!

2 comentários:

  1. Thaisa, cada um sabe onde aperta o seu calo, já dizia minha vó. E, com certeza, vc deve sabar bem, onde está doendo o seu. mas, não deixe que isso vire algo maior que vc! Continue com o blog, escreva, escreva, escreva sempre, acredite em você. Escrever é parte sua, não dá para tenta viver sem.
    Tudo o que está acontecendo, ESTÁ, não É! E o que você é, é a sua escrita, isso ninguém pode tirar de você!
    beijos,

    ResponderExcluir
  2. Amigaaaaaa, tô arrasada!!! Pois como leitora assídua do xodó na cidade, não esperava essa decisão brusca (pelo menos pra mim).
    Enquadro-me nas pessoas que gostam de vc e que através do blog matam a saudade com leituras agradabillíssimas ainda por cima!
    Bom, mas como já foi dito, vc deve ter os seus motivos.
    Mas começo uma campanha desde já: Fica xodó!!!!

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...