domingo, 28 de fevereiro de 2010

Desejo

Passei, mas não parei.
Fui, mas não bati à porta.
Não! Não sei ao certo o que estou fazendo.
E sim, meu coração ficou lá enquanto eu estava aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...