quinta-feira, 8 de julho de 2010

Jabulaaaaaane não, a BUNDA AAAAncia!


Não sei se trata-se de uma ideia revolucionária- possivelmente investigada ou já pateteada por algum conglomerado norteamericano - mas a solução de todos os problemas "TABAJARA" me veio como um estalo na cabeça depois de uma verdadeira caçada à calcinhas. Como assim Bial?

Faço parte do grupo das meninas de "pôpô" avantajado e apesar de ser esse o desejo de consumo de muitas, para mim é um verdadeiro tormento já que essa "dádiva" não veio acompanhada de curvas longilíneas. Por consequência apresento algumas dificuldade em comprar esse acessório básico, já que todas acabam sendo engolidas pelo "buraco negro" e torna-se um verdadeiro "pão com manteiga" humano.

Enfim, comparações a parte, o fato é que antes mesmo de começar as festividades juninas já tive dificuldade em encontrar calcinha de tamanho G ou GG nas minhas compras mensais, tendo em vista que a padronagem tem encolhido cada vez mais e isto de acordo com órgãos do consumidor. Então, no final das festividades, tentanto aproveitar as liquidações, me deparei com um monte de calcinha da minha numeração e em menos de um mês! Como assim? Festa: fluxo de compra e vendas, reabestecimento, ok!

Mas dessa vez as calcinhas não eram para mim, mas para "mami Amy" que é do tipo "minhô", portanto, tamanho P ou PP. Cacei até na ala infanto juvenil e as calcinhas "Ps" tinham SUMIDO! Não havia uma para contar história. De todas as estamparias, tecidos, modelos...mas em compensação até que tinha alternativas para o "pôpô" melancia...

E daí? Daí que a irmã siamesa em estado de recuperação, entendiada, e eu concluímos:
  1. As meninas nessas festividades juninas saíram munidas hem? Espero que o quentão não tenha subido tanto as "cabeças" para daqui a nove meses não vermos o resultado, ou pior, algum tempo uma doença sexualmente transmissível. Que pelo menos tenham saído munidas de preservativos também!;
  2. "Fato amiga! Os meninos não gostam de "comer" as gordinhas, só os priquitinhos P e PP, por isso é que tem tanta calcinha G ou GG. Porque nosso tipo ficou na prateleira, assim como as calcinhas" - apesar de não querer acreditar , sou obrigada a concordar que pode haver indícios do "nosso culto a magreza".
  3. Que merda! Quer dizer que tamanho P é sinal de ser abençoada pela genética? Ou melhor abençoada pelo gen do sex apple? Era só o que faltava mesmo...
E pior do que escutar e ter que concordar com essa afirmativa, foi perceber que os tamanhos da fartura, não no sentido de farta/falta, mas de aBUNDÂncia, não tinha em todos os estilos e padronagens. Somente na categoria "pumple": fofo, meigo...Como assim? Gordinha não pode ser sex não é? Tem que ser meiguinha e fofa? Nam..."Inúteeeeeeeeel, a gente somos inútel...", plagiando o "Ultraje a Rigor" nessa hora infame.

3 comentários:

  1. Embora muito engraçada a forma como você escreveu, como é verdadeira essa situação das calcinhas e das preferências masculinas atuais!
    Eu também compartilho da sua luta por calcinhas sexies tamanho GG - é como se mulheres abundantes não tivessem vida sexual! Absurdo! bjs

    ResponderExcluir
  2. Morri de rir do texto! kkkkkkkkkkkkkk
    Bom, mas o assunto é bastante coerente!
    E acrescento um item a discussão: Muita G ou GG não assume e acaba comprando M´s ou P´s para estarem dentro do padrão. Eu digo isso porque conheço gente assim.
    Enfim.. adorei o texto e o tema!

    ResponderExcluir
  3. vc tem problemas com calcinha eu com sutiem q te que ser ppp mas é dificil encontrar.

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...