quarta-feira, 25 de maio de 2011

Quem é que já brincou de polícia ou ladrão quando criança?

Quando brincava na rua com a gurizada rolava toda uma brigalhada para saber quem iria ser polícia e quem iria ser ladrão. Ora éramos polícia, ora ladrão para desespero de alguns adultos preocupados com possíveis marginais mirins. Era mais nobre dizer "preso em nome da lei...". Eu particularmente achava a vida dos ladrões mais emocionante, andando em bandos, viajando, correndo...

Hoje me pergunto: faria sentindo ainda brincar disso? Esses papéis não se confundem atualmente? Não seria a vida de um policial tão "emocionante" quanto a de um ladrão? Como disse uma amiga ao passar por um posto policial...:
" - Cuidado! Vá que eles digam mãos ao alto? Vou logo mostrar que na minha carteira só tem dez reais porque coloquei combustível no cartão..."


O que não foi ficção nesse dia do comentário foi uma viatura da polícia civil que passou por nós na capital de João Pessoa e um dos policiais no engarrafamento gesticulou um belo e respeitoso "vá tomar no cu" , já que havíamos desviado de uma combe da policia militar que quebrou em plena avenida.

Fiquei tão perplexa que diante da rapidez da viatura não deu nem para pegar o número da placa e quem sabe tentar realizar uma denuncia. Seria Alice no País das Maravilhas?E eles ainda querem que acreditemos que ainda são os mocinhos? E eles ainda querem que a sociedade civil apoio emenda constitucional para reajuste salarial (PEC 300)? Como? Se eles reproduzem e se escondem na impunidade que rege nosso país? Se escondem atrás de um farda posto que, se fosse o contrário e tivéssemos revidados o gesto, no mínimo poderíamos ser preso por desacato a autoridade....Nunca fez tanto sentido brincar de ligar a sirene para passar diante de outros carros...

Ah! Lembrei, mas quando era criança e fazíamos "iom, iom, iom" não tínhamos uma ocorrência policial de brincadeira...por isso que é diferente....














Polícia e ladrão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...