quarta-feira, 15 de junho de 2011

Quarta-feira irônica: Ai que amor...Será?


Pleno dia dos namorados e nas ruas da cidade vejo um casal descendo do carro em direção a um edifício. Pelos trajes despojados, o edifício possivelmente era o da residência de ambos. O surpeendente foi a frieza e a estranheza com que o casal se direcionava até a porta. Mudos. Sem uma troca de olhar terna ou cumplice.

Lá estava uma mulher arrastando um belo buquê de rosas vermelhas como quem arrasta um mólho de trampos sem significância. Seria a magia do dia? Ou a obrigação do social de sê-lo? Irônico...

Um comentário:

  1. Ameeeeiiii... o post de hoje. To gostando e me empolgando muito com essa nova versão do Xodó, cada vez mais simples, sutil, e aconxegante. Doce e singelo. Voltarei sempre. =D

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...