segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Como amo


Amo-o como quem ama a brisa que bate no rosto na janela do carro.
Amo-o como quem ama se esparramar na cama, ficar descabelada com cafuné, ou ficar de bobeira depois de uma semana cansativa.
Amo-o como quem ama um cobertor quentinho em dias frios, noite de sono bem dormida e pés descalços em dia quente.
Amo-o como quem ama ver a paisagem quando se viaja na estrada. Erva daninha que mais parece uma flor de jardim.


Imagem do blog Objeto Pulsante 

Amo-o como quem ama cheiro de  livro novinho, brinquedo saído do plástico, com cheirinho de chicle.
Amo-o como quem ama comer macarrão com queijo, sentir o sol morno da manhã e ouvir a própria risada certa de que esse amor não é triste, nem medroso.
Amo-o como que ama o aconchego das coisas simples e não as urgências das necessidades vitais, dilacerantes, mas como quem ama pequenos indispensáveis que desapercebidamente colorem o dia-a-dia.
Amo-o com tudo que se tem direito: cabeça, corpo e alma inteiros.

(Thaisa Santos)

Commets:
Caroll: ;)


4 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Jéssica! Seja bem vinda ao cantinho virtual do Xodó na cidade.Porque sei que qualquer evidência de ser muitas coisas ao mesmo tempo é muito difícil.E obrigada apelos elogios.

      Excluir
  2. O Amor é algo dualista, não existe amor sem resposta, não existe amor sem troca, não existe amor sem estória e não existe amor, se a reciproca não é verdadeira, e reafirmo o presente, declarado sem medo ou receio, porque o medo não é imprudente, ao ponto em que é mais perigoso viver do que realmente VIVER ao lado de quem eu amo e que ama-me, entregar-me, e se deixar seduzir no momento é a coisa mais nítida e prazerosa, é o deleite de poder desfrutar de algo que faz sentido, o ato de respirar, sentir frio ou calor e dormir todos os dias pensando nela e acordar todos os dias pensando nela e vivendo tudo isto na intensidade e velocidade da vida pois a vida! o que será? q será!

    ResponderExcluir

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...