sábado, 12 de maio de 2012

Vontade de Nada

Toda escolha implica num rumo e numa perda porque não dá para ter tudo, mas existem perdas que são mais fáceis. Existem portas que para mantê-las fechadas não exigem tanto esforço. Em compensação  existem outras que ansiamos que se abram. Entretanto, e quando são essas as que insistem em desaparecer, em ser invisível, em não exisitir, o que fazer?Quando essas não se abrem parece que geram um buraco, um vazio, uma vontade de nada, nem de rumar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...