segunda-feira, 13 de junho de 2016

Que encontres alguém que ajude a editar suas memórias. Por segundas mais encorajadoras

"-Parabéns!
- Mininu tu num esquece mesmo...
-  kkk como diz o outro: "la memoria es una isla de edicion".  Então editei esse dia que me recorda uma pessoa massa, :P" 
 Selecionamos o que queremos lembrar, mas não sabemos ao certo o que esquecer ou o que lembrar...O exato ajuste do filtro que nos faz entender que lembrar o que foi ruim nos ajuda a amadurecer, mas os excessos nos torna desbotados e rabugentos. Contamos com a felicidade boba, das lembranças de domingo, dos preparativos e as comemorações dos dias dos namorados, das felicitações recebidas pelo aniversário e não só com êxitos racionalizados... A! As contradições humanas...Nessa polissemia numa perpectiva ou noutra são as brechas da memória, verdadeiras e mentirosas ao mesmo tempo,pontos de vistas cheio de símbolos e emoções, que preservarmos ao buscarmos um porto, uma zona de conforto, sanidade, romântismo... Por mais zonas de confortos, bobos, simples, fáceis...E assim as segundas aumentam suas chances de serem pequeninamente mais alegres e justo no detalhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queres aclarar, observar, deduzir, narrar despretenciosamene? Bem-vindo! Caso queiras apenas maliciosamente criticar, por acaso não é seu espaço, nem virtual...